gallery/logo_inex_novo-b
Doar com pagseguro

INSTITUTO ÊXODO

história de joão macchado

*Sobre Comendador Dom João Fernandes Machado: *João Macchado (nome artístico) nasceu em Carlópolis, no Paraná em 19 de fevereiro.

Lá viveu até os 16 anos, em um rancho de sapé, com os pais
e mais sete irmãos (sendo duas meninas), de onde veio a consciência de
"cidadão de segunda classe". , aos três anos de idade seu pai no natal, comprou um tratorzinho de esteira, e usava uma pedrinha de isqueiro, para fazer fogo, que fazia a fumaça, e esse tratorzinho funcionava dando corda, ele teve uma inspiração, assim de brincar abrindo estradinhas fazendo uma vilinha, e que aos três anos de idade Deus mandou essa mensagem. Surgindo assim a ideia do PROJETO ÊXODO, que há mais de 40 anos abre novas cidades, em estados com potencial de crescimento, onde as pessoas possam ter sua casa própria e o seu emprego próximo de casa, criado pelo polo industrial e comercial, construído no entorno do Projeto, gerando assim bem estar, felicidade às pessoas, melhorando a qualidade de vida.

 

Devido a um acidente em família, mudou-se para São Paulo. Para sobreviver, trocava desenhos por um prato de comida na Praça da República e no Embu das Artes. Graças a uma encomenda feita pela dona de uma imobiliária, entrou para o ramo da construção.  Com viés empreendedor social, Macchado tem dedicado os últimos 50  anos de vida à criação e expansão do Projeto Êxodo.  As pinturas decorrem da visão espacial que tem de seus projetos a futuro.

 

A pintura começou ainda na adolescência, e assim ao longo da vida, retratando os Movimentos Humanos, tanto a melhoria de vida dos Brasileiros, como o aumento da degradação das cidades, bairros, e ocupações das pessoas, também retrata fases dos Projetos Êxodo espalhados pelo Brasil, faz pinturas abstratas, paisagens, retrata a realidade das diferenças sociais, sempre com muito amor, e a alma iluminada para passar uma mensagens de esperança e fé, e que a mudança para melhor é possível.

 

Mais que registrar o dia a dia da vida na roça, motivação inicial de seu trabalho, quando ainda adolescente, veio morar em São Paulo, João Machado se propõe a oferecer uma visão do que será o futuro nas terras em que vislumbra a criação de novas comunidades socialmente sustentáveis, mote do Projeto Social Êxodo.

 

“O homem sonha, vê a terra vazia e em sua mente ele desenha uma cidade”

 

Então, o que era somente um risco na mente do artista, vai se tornando realidade, em comunidades inteiras empreendidas, com lindos bairros e cidades, cheia de flores, de pessoas trabalhando e crianças brincando.

 

“É o resgate do conceito de querência com o qual cresci, ou seja, o amor ao lugar onde nascemos e vivemos. É ainda o fruto de pessoas empreendedoras, que trabalham” disse. Para ele, pintar por si só não tem grande valor; um quadro tem valor se tiver algo a mais, história. Por isso eu chamo meus trabalhos de “visão espacial” complementa João Macchado.

 

Sua inspiração foi VAN GOGH, na fase que foi pastor nas minas de carvão, se aproximando das pessoas e assumindo a defesa dos mineiros.

 

Através de sua pintura representa 72.000.000 de Brasileiros socialmente excluídos. Ao todo, são mais de 2.500 telas a óleo no ACERVO do Instituto Êxodo, trabalhadas em uma média de 20 por mês.

 

Hoje em dia é artista plástico e um empresário bem sucedido, ama a pintura, os pincéis são a extensão de suas mãos e sua arte está incutida em sua alma, em seu coração e em seus valores e pensamentos, diz a Curadora e Presidente do Instituto Êxodo Likka Rojas.*

 

www.institutoexodo.com.br   -   institutoexodo@gmail.com

 

gallery/joao_macchado

EXPOSIÇÕES

 

BRASIL

JAPÃO

FRANÇA

FIRENZE

PORTUGAL

BARCELONA

VADUZ

MIAMI

NY

CHINA

ALEMANHA